Swissport faz parceria com Aduaneiras e com o Sindicomis para ministrar cursos sobre transporte aéreo de artigos perigosos.

Fonte: Aeroflap
Parceria

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Groud Handling Swissport

Foto: Divulgação

A Swissport firmou parcerias institucionais com a Aduaneiras e com o Sindicomis para oferecer cursos sobre transporte aéreo de artigos perigosos, incluindo material radioativo, substância biológicas e infectantes. O foco é levar informação sobre transporte de artigos perigosos aos agentes de carga e aos exportadores. A Swissport é certificada junto à ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) e à IATA (lnternational Air Transport Association) para oferecer cursos de capacitação nesta , area. A Aduaneiras ofereceu só ano passado mais de 24 mil cursos para empresas exportadoras de carga, enquanto o Sindicomis (Sindicato dos Comissários de Despacho, Agentes de Carga e Logística do Estado de São Paulo) agrega os maiores agenciadores de carga aérea do país.

A Swissport firmou parcerias institucionais com a Aduaneiras e com o Sindicomis para oferecer cursos sobre transporte aéreo de artigos perigosos, incluindo material radioativo, substância biológicas e infectantes. O foco é levar informação sobre transporte de artigos perigosos aos agentes de carga e aos exportadores. A Swissport é certificada junto à ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) e à IATA (lnternational Air Transport Association) para oferecer cursos de capacitação nesta , area.
A Aduaneiras ofereceu só ano passado mais de 24 mil cursos para empresas exportadoras de carga, enquanto o Sindicomis (Sindicato dos Comissários de Despacho, Agentes de Carga e Logística do Estado de São Paulo) agrega os maiores agenciadores de carga aérea do país.

Os treinamentos são fundamentais para eliminar riscos com a preparação da carga,
empacotamento, manuseio, armazenamento, movimentação e transporte de cargas
contendo substâncias perigosas. "Ao não declarar um artigo perigoso da forma apropriada, o expedidor coloca em risco não apenas a segurança operacional e os bens embarcados na aeronave, mas também a vida das pessoas e o meio ambiente",
ressalta Flavio Monteze, Chefe da divisão de treinamentos da Swissport para a América Latina e Caribe.

De acordo como especialista, um dos elementos-chave da segurança do voo, em caso de algum incidente a bordo que envolva os artigos perigosos, é a ação da tripulação. "Se uma substância perigosa não for declarada adequadamente, a tripulação não receberá o código de resposta a emergências apropriado e suas ações, em caso de emergência a bordo, poderão demorar mais que o esperado",
disse Monteze.

Todos os profissionais envolvidos com o transporte aéreo de carga ou de
passageiros devem passar por treinamento e a proposta do curso é aprimorar a concientização desses profissionais sobre restrições operacionais, instruções deembalagem e outros aspectos regulatórios, bem como fazer com que os participantes adquiram habilidades para classificar, identificar, preparar, documentar,
manusear e processar remessas contendo artigos perigosos, de acordo com os requisitos nacionais e internacionais.

Monteze explica que, para que os temas sejam abordados de forma mais específica, foram estabelecidas pelos órgãos reguladores, distintas categorias profissionais que incluem desde o expedidor de carga e as agências de carga aérea ou agentesconsolidadores de carga até os funcionários contratados pelas empresas aéreas incluindo os operadores dos Terminais de Carga Aérea).

Outro diferencial dos cursos oferecidos pela Swissport é que o participante, quando aprovado, terá seu certificado registrado junto à IATA. Isso porque há uma parceria de treinamento entre a Swissport e a IATA que autoriza ministrar cursos usando material próprio e fornecer um certificado endossado pela IATA, internacionalmente reconhecido. "Existem muitos centros de instrução de artigos perigosos no Brasil. Entretanto, muito poucos são acreditados pela IATA, a Associação Internacional dos Transportadores Aéreos", destaca Monteze.

Mais Lidas

Siga no Instagram

São Paulo

Rua da Gávea, 1390 - Vila Maria
CEP - 02121-020 - São Paulo/SP
Fone - (11)2632-1500

Brasília

SAS – Quadra 1 – Lotes 3/4
Bloco “J” – 7º andar – Torre “A” Edifício CNT
CEP: 70070-010 - Brasília/DF
Fone - (61)3322-3133