Governo realiza leilão da BR-364/365 com deságio de 33,14%

Fonte: Ministério da Infraestrutura
Leilão

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

2019 09 27t133836z 1 lynxmpef8q10g rtroptp 4 empresas ecorodovias leilao

Foto: Aluísio Alves/ Reuters

A concessão da BR-364/365, primeiro leilão de rodovias realizado pelo governo Jair Bolsonaro, foi arrematada, nesta sexta-feira (27), pela EcoRodovias Concessões e Serviços S.A. O grupo levou a concessão, no trecho entre os municípios de Jataí (GO) e Uberlândia (MG), por um período de 30 anos. O valor da Tarifa Básica de Pedágio vencedora foi de R$ 4,69, deságio de 33,14% em relação ao da tarifa-teto, de R$ 7,02. O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, comemorou o sucesso do leilão.

O grupo EcoRodovias vai operar um trecho de 437 km e terá que fazer investimentos da ordem de R$ 4,59 bilhões, sendo R$ 2,06 bilhões referentes a investimentos em melhorias e intervenções previstas no Programa de Exploração da Rodovia (PER), além de R$ 2,53 bilhões de custos operacionais.

O leilão - Realizado pelo Ministério da Infraestrutura, a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) e a Secretaria do PPI (Programa de Parcerias de Investimentos), na Bolsa de Valores de São Paulo (B3), o leilão recebeu três propostas de empresas interessadas. A sessão teve início às 10h e, em seguida, foram abertas as propostas econômicas escritas de cada grupo.

A primeira proposta foi da empresa Silva & Bertoli - Empreendimentos e Participações Societárias S.A. com uma oferta de tarifa de R$ 5,75. Em seguida a EcoRodovias Concessões e Serviços S.A ofertou um lance de R$ 4,69, e, por último, foi a vez do Consórcio Way-364/365, com lance de R$ 5,82.

Cronograma - A partir de agora, a ANTT vai fazer a verificação da documentação do consórcio vencedor. Em seguida, haverá prazo para recursos e a homologação do resultado do certame por parte da diretoria da agência. A assinatura do contrato de concessão está prevista para ocorrer até dezembro e o início das operações do consórcio deve ocorrer até janeiro

Obras

Entre as principais obras previstas para a rodovia estão a duplicação de 44,2 km, a construção de 134,3 km de terceira faixa, implantação de 87,8 km de acostamentos e 19,4 km de vias marginais. A empresa vencedora também será responsável pela construção de dois viadutos, passagens inferiores, rotatórias, passarelas e melhoria dos acessos, além de recuperação e implantação dos sistemas elétricos de iluminação relacionados.

Próximos leilões

A carteira de projetos do Ministério da Infraestrutura até 2022 é extensa. Na lista constam rodovias importantes, como as BR-381/262/MG/ES, BR-163/230/MT/PA, BR-153/080/414/GO/TO, BR-364/RO/MT, BR-153/282/470/SC e SC-412, BR-116/493/RJ, BR-040/495/RJ/MG, BR-116/465/101/RJ/SP, além de 4,1 mil km das Rodovias Integradas do Paraná. Outros 7,2 mil km de rodovias já estão em fase de estudos.

Mais Lidas

Siga no Instagram

São Paulo

Rua da Gávea, 1390 - Vila Maria
CEP - 02121-020 - São Paulo/SP
Fone - (11)2632-1500

Brasília

SAS – Quadra 1 – Lotes 3/4
Bloco “J” – 7º andar – Torre “A” Edifício CNT
CEP: 70070-010 - Brasília/DF
Fone - (61)3322-3133